News

Proprietários Clientes do Concessionário Oficial Ferrari em Portugal

Discussion in 'Portugal' started by AlfistaPortoghese, Nov 17, 2016.

  1. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Lifetime Rossa

    Mar 18, 2014
    3,777
    Europe, but not by much.
    Full Name:
    Nuno
    Estimados amigos,

    Esperando que se encontrem bem, venho inaugurar e propor esta plataforma como troca de ideias e experiências relativamente ao concessionário e representante oficial da marca Ferrari em Portugal (Artilharia Um em Lisboa e Boavista no Porto), desta feita na óptica do cliente.

    Muito se tem escrito já sobre a história da presença oficial da marca em território luso, inaugurada pelo saudoso Comendador Joaquim Calém, com quem apesar da tenra idade tive o prazer e o privilégio de conhecer em minha casa, local onde ainda amiúde é recordado como uma verdadeira referência em termos de amizade, humildade, cultura, elegância e refinamento no trato.

    Desta feita o âmbito é outro: almejo com a presente e singela publicação, promover uma útil plataforma de troca de experiências entre proprietários que confiem a aquisição e manutenção das suas viaturas ao representante oficial em Portugal. Esperançosamente resultará desta amálgama de impressões na primeira pessoa por parte de proprietários, um feedback fidedigno que poderá valer a proprietários que actualmente optem por realizar a manutenção aos seus Ferrari noutras empresas concorrentes do ramo e, bem assim, futuros proprietários Ferrari que desconheçam onde realizar manutenções e/ou possuam dúvidas sobre a manutenção, postura e requisitos da marca. No final, pretende-se que o presente tópico ajude os proprietários a tomar uma decisão informada sobre o local onde se dirigir para realizar manutenções aos seus Ferrari.

    Faço e explicito naturalmente uma ressalva: não possuí e não possuo nenhuma espécie de relação directa ou indirecta profissional ou pessoal, remunerada, gratuita ou voluntária com a Ferrari em Portugal. A minha independência reside no facto de, enquanto pessoa individual, colectiva e proprietário Ferrari, não depender de nenhuma entidade, não vender o meu feedback a troco de qualquer compensação monetária ou de natureza variada nem me ser solicitado nenhum "endorsement" de espécie alguma. Move-me única e exclusivamente a vontade de facultar a proprietários mais conhecimento, positivo ou negativo consoante os casos, por forma a que exista mais "empowerment" e menos desconhecimento por parte dos proprietários. Todos sabemos que um proprietário Ferrari é um alvo. Quanto mais amplo for a partilha de conhecimento e experiências, mais defendidos todos estaremos, uma vez que ninguém defenderá os nossos direitos e deveres enquanto proprietários e consumidores melhor do que nós próprios. Melhoremos pois a nossa comunicação, utilizando esta plataforma para explicitar o nosso contentamento e desagrado no contacto com a Ferrari em Portugal.

    Seguirá agora, em jeito de pontapé de saída, a minha experiência pessoal:

    - Em termos de compra de peças para o meu 575, elegi como fornecedor de peças e dirigi-me à Ferrari em Lisboa. Fi-lo uma vez que, quando comparada com a Eurospares, Superformance e outras empresas europeias do ramo, é contornado o custo com envio prioritário internacional de peças e, com a Ricambi por exemplo, além do supra identificado, evitam-se igualmente custos alfandegários de processamento e desembargamento de mercadorias. Fui sempre recebido com amabilidade, profissionalismo e proactividade. Ajudaram-me inclusivamente em alguns detalhes e pormenores do histórico da minha viatura. O meu interlocutor foi o Sr. Nuno Seabra, pessoa que tenho para mim como muito disponível, cordial e de um empenho extraordinário na óptica de resolução de problemas dos clientes. Fiquei deveras satisfeito com todo o processo, desde a encomenda das peças, explicação dos trâmites administrativos inerentes ao procedimento e elencagem de custos discriminados em factura.

    - Em termos comerciais, travei conhecimento com o Sr. Francisco Guedes o ano passado. Fui tratado com extrema cordialidade e amabilidade, trocámos algumas impressões deveras agradáveis sobre a marca num tom extremamente gentil e interessante. Pessoa de fino trato e educação exemplar, estendeu-me a cortesia enquanto proprietário de realizar um test-drive a um F12 após lhe comunicar a minha extrema admiração pelo modelo e ambição de o adquirir algures no futuro. Cativou o meu interesse de me dirigir à marca, algo que farei em breve a uma das minhas viaturas.

    - Em termos de extensão de garantia, algo que pretendo contratar para um dos meus Ferrari após o término dos 12 meses de garantia de que desfruto ao abrigo do programa Ferrari Approved, fui contactado por via virtual pelo Sr. João Figueira que, com celeridade louvável e detalhe assinalável, me elucidou a montante e a jusante sobre todo o processo necessário passo a passo para que me seja atribuída a garantia anteriormente explicitada, bem como demais disposições, valores e procedimentos administrativos e mecânicos. Fiquei particularmente agradado com o tempo dispensado à minha pessoa que, ainda não sendo cliente da marca em Portugal à época, o será em breve. Cativou (e ganhou) um cliente.

    - Pelo que me é dado a inferir e deduzir, a postura da marca alinha pelo mesmo diapasão do concessionário oficial Ferrari em Stuttgart, a quem adquiri um Ferrari recentemente e do sobre o qual sou extremamente elogioso, senão veja-se:

    - Transfer Maserati do Aeroporto até ao concessionário Ferrari.
    - Tratamento e acompanhamento dedicado passo a passo, pouco diferente do que é dispensado a cliente que adquire uma viatura nova.
    - A todo o tipo de perguntas e solicitações da minha parte, fosse de que natureza fosse, a palavra "não" nunca constou do vocabulário nem antes da minha chegada à Alemanha, nem durante, nem depois do meu regresso.
    - Fui convidado a participar nos eventos oficiais Ferrari, incluindo eventos organizados pelo Clube Oficial de Proprietários Ferrari Alemanha.

    É essa pois a bitola pela qual comparo a Ferrari em Portugal, muito concretamente em Lisboa, o concessionário menos distante geograficamente da minha residência. Certamente que, em caso de insatisfação, serei o primeiro a relatar-vos ao detalhe as causas da minha ira. Todavia, tendo em conta que todos os meus contactos com a marca em Portugal sempre foram positivos, seria inverdadeiro e injusto relatar o oposto, alinhando por um certo populismo pautado por denegrir gratuitamente a imagem da marca em Portugal, sem nunca se explicitarem as razões ao certo. Utilizemos pois a presente plataforma para desmistificar mitos, com experiências reais e chamando as coisas pelos nomes. Confirmemos os elogios ou, ao invés, tornemos público o descontentamento. À data de hoje, pessoalmente, algo que não seja um comentário elogioso à marca seria uma postura menos séria da minha parte.

    Adquiri um Ferrari com o pressuposto de sempre o manter durante toda a sua vida útil nas oficinas autorizadas da marca (Lisboa ou Porto), com carimbos e facturas, especialmente para uma viatura contemporânea e sobretudo após o falecimento do Sr. Paulo Nóbrega. Acredito que será uma vantagem e uma raridade, daqui por alguns anos, um carro com histórico comprovável e verificável pela marca desde o dia 1. Futuramente intenciono lidar com a marca numa base anual e, espero eu, terei várias experiências para relatar. Todavia, incito os proprietários a partilhar experiências passadas e actuais com a marca em Portugal, por forma a todos aprendermos e nos podermos valer uns aos outros.

    Aguardo pelo vosso input, conselhos e experiências!

    Um abraço com estima.
     
  2. To remove this ad click here.

  3. Miguel Morais

    Miguel Morais Rookie

    Nov 20, 2014
    19
    Caro AlfistaPortoghese,

    Da minha experiência com a Ferrari Lisboa só tenho coisas positivas para dizer, apenas com alguns detalhes com pouco significado, que irei referir.

    Tenho feito sempre a manutenção anual com a marca, sem excepção, pois acredito que estes carros merecem todo o carinho necessário e no futuro, que espero longínquo, o possível comprador terá sem sombra de dúvida mais confiança e seguramente um veículo à "prova de bala", com todo o historial documentado, tal como referiu.

    Quem lida com a manutenção é o Eng. João Figueira. É muito profissional e está sempre disponível para esclarecer qualquer dúvida.

    Neste momento a Ferrari Lisboa tem mais trabalho do que aquele que consegue comportar, sempre com a oficina a transbordar de veículos. Com isso é de esperar que sejam marcadas semanas específicas para a realização da manutenção e mesmo assim depois do carro dar entrada na oficina dar tempo ao tempo, sem pressas, pois o mais certo é a estadia do nosso veículo prolongar-se. Contudo essa conjectura irá melhorar no curto ou médio prazo com a contratação de mais pessoal, segundo o Eng. João Figueira.

    E não se esqueçam de verificar se o livro foi carimbado quando forem levantar o veículo, há uma tendência para se esquecerem disso mas como é óbvio fá-lo-ão na próxima vez que lá forem e alertarem a oficina para o sucedido. Nada de relevante.

    Cumprimentos.
     
  4. MDEL

    MDEL F1 Rookie
    Rossa Subscribed Silver Subscribed

    Feb 24, 2016
    2,771
    Southern Europe
    Full Name:
    Mario
    Caros amigos,

    Este ano tive uma longa experiência de relacionamento com a Ferrari Lisboa que começou precisamente no dia 22 de Junho e testou os limites da minha paciência. Nessa data entreguei o meu California à Ferrari Lisboa para um diagnóstico do estado da transmissão ao abrigo da extensão de garantia existente e esse processo de diagnóstico demorou uma eternidade, mais de um mês, durante o qual a Ferrari fábrica ordenou a realização de todo o tipo de testes possíveis e imaginários para vir finalmente a concluir que havia um problema no sensor de velocidade do veio principal da caixa de velocidades. Depois disso a Ferrari fábrica ordenou à Ferrari Lisboa a remoção da transmissão do meu Califórnia, a abertura da caixa e a substituição do sensor defeituoso o que foi feito e concluído no inicio de Setembro. Quando já me preparava para receber de volta o Califórnia já reparado eis que surge um novo problema e desta vez com um magneto que comanda o curso do travão eléctrico e, para minha total estupefação, depois de uma nova e longa análise que demorou mais algumas semanas, a Ferrari fábrica ordena novamente a remoção da transmissão, a abertura da mesma e a substituição do dito magneto. Chegados aqui e já no final de Setembro quando finalmente me preparava para receber o Califórnia completamente reparado eis, que, verifico, que o rádio não sintonizava devidamente as estações, o GPS indicava uma posição algures no meio do oceano Atlântico, a câmara de estacionamento traseira não funcionava e os limpa para-brisas acionavam-se quando se abria o capot. Quando confrontada com todos estes novos problemas a Ferrari Lisboa tentou numa primeira fase resolve-los mas sem sucesso e a situação chegou ao ponto caricato de não me conseguirem apresentar qualquer previsão de entrega do Califórnia. Com a paciência já completamente esgotada e sem ver nenhuma luz ao fundo do túnel resolvi actuar e informei por carta a administração da Ferrari Lisboa que no caso de não receber no prazo de três dias uma resposta formal a indicar uma data concreta para a entrega do meu Califórnia, com todos os problemas anteriormente referidos completamente resolvidos, enviaria à Ferrari customer service uma reclamação formal que já tinha redigido entretanto. No prazo dos três dias que impus como limite o administrador da Ferrari sr. Francisco Guedes respondeu-me por escrito e apresentou-me desculpas em nome da empresa e um plano de reparação de todos os problemas atrás indicados. Esse plano obrigou à verificação das diversas cablagens do Califórnia e culminou na substituição de uma delas, na colocação de uma nova antena de rádio e GPS e câmara traseira e na substituição de um dos motores do limpa pára-brisas.
    Finalmente e já no final de Outubro recebi o meu Califórnia de volta completamente operacional mas esta saga de quatro meses deixou mazelas e fez-me concluir o seguinte tanto em relação à Ferrari Lisboa como à Ferrari fábrica:

    - Durante este longo processo o meu interlocutor na Ferrari Lisboa foi praticamente quase
    sempre o Engº João Figueira que considero uma pessoa com um excelente trato, bastante
    aberta e muito colaboradora mas que luta diariamente com os problemas de uma oficina
    que está sobre lotada e cujos recursos humanos parecem insuficientes. No entanto o que
    para mim foi todavia uma enorme surpresa tem a ver com a lentidão e a forma super
    burocratizada e pre-potente com que a Ferrari fábrica se articula com os concessionários no
    caso das avarias cobertas por uma extensão de garantia.

    - No que diz respeito à administração da Ferrari Lisboa e nomeadamente ao sr. José Guedes
    tenho em relação a ele uma boa impressão pois o seu comportamento neste caso que
    descrevi foi desde o primeiro momento de assunção de todas as responsabilidades e de
    uma diligente tentativa de resolução dos problemas.


    Cumprimentos
     
  5. jorge da cruz

    jorge da cruz Karting

    Sep 4, 2015
    234
    Luanda Angola
    Full Name:
    Jorge Da Cruz
    #4 jorge da cruz, Nov 21, 2016
    Last edited: Nov 21, 2016
    Só peço a Deus para não ter esses seus problemas MDEL...
    Desconfiado das histórias dos concessionários da Ferrari ( Lisboa e Marbella sobretudo) acautelei e combinei com o meu amigo mecanico hoje na Maseratti em madrid que o melhor vai ser " Por o carro numa Dyna ou Canter e enviar a Madrid para reparar ... Vai ser muito melhor e mais calmo & seguro, no meu caso sem garantia p/ o 599.
    é triste (quando um cliente pensa assim e convicto que está correcto e até aconselhado por mecanicos da ferrari) mas até em Espanha a Ferrari evitou e deu força a abrir outra consecionária da Maserati a TAYRE transferindo para lá mecanicos da Santogal pois foi a unica maneira de trazer calma e regra ao mercado de assistência e manutñção que etava somente na mão da Santogal lá ,,,,

    Peço calma a todos ao que sei o concessionário de Lisboa já tem outro propietário e sei que a Fabrica está a fazer o que pode para ter alternativas ao mónopolio que o Grupo espirito Santo "organisou" na penisula Ibérica ao conseguir comprar a marca na penisula ibérica ...

    A fabrica sabe que na penisula ibérica em alguns consecionários não é o mais correcto mas tá complicado "desembrulhar" a estratégoia do antigo dono ... requer mais algum tempo...

    O que percebi é que em Lisboa falta espaço, pessoal, dinamismo e mantêm.-se um atendimento muito de "compadre" isso hoje mesmo com Ferrari já não está á altura do mercado os números de produção subiram em escalada desde 2009 ... e seguem os porblemas tb...

    Ao que percebi Lisboa deve investir e Evoluir para NOVA AREA - C/PESSOAL MAIS JOVEM já c/ FORMAÇÃO ACTUAL , Criar NOVA ÁREA DE SERVIÇO PELO MENOS O DOBRO DE ESPAÇO.
    Mais estacionamento novo local tipo no parque das naçoes perto de auto estrada coisa assim...

    A marca está atenta á realidade de Lisboa o serviço é bom mas podia de longe ser melhor se acaba-se o espirito "medieval" de elitismo e compadrio que perdura ...

    Ha que refundar tudo instalações area de manutenção etc no consecionário de lisboa pois os numeros das máquinas hoje em circulação naaaada tem ha ver com o que havia há 10 anos atráz nem o nivél tecnologico dos problemas que vão aparecendo hoje p resolver...

    Calma eles (fabrica) estão atentos e ao que percebi o pessoal de Lisboa é sério e competente Sr Figueira é muito correcto...

    Perduram é os habitos de compadres e elitismo ... incompativéis hoje com a produção que existe ao alcance cada vez mais de o cidadão comum abastado ... sobretudo com os CALIFORNIAS ...

    OS californias têm sido os rebocadores de novos clientes da marca e novos recrutadores do espirito Ferrari... Seu numero é alto e logo o nr clientes maior tb.

    Grazzie Mille
     
  6. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,874
    Portugal
    O meu contributo neste thread é relativamente simples.
    Como certamente imaginam e podem verificar pelo meu historial aqui no FChat, a minha experiência com a assistência da marca é ... nula. Nunca considerei recorrer aos seus serviços porque a mecânica (em especial a Ferrari) é a minha paixão e motivo de estudo há muitos anos. É também o meu hobby e o meu "anti-stress" depois de um dia de trabalho. Sinto-me habilitado a executar qualquer uma das tarefas de que o meu carro necessita, seja ela qual for, com a vantagem de saber com rigor o estado em que este se encontra.

    Também no que diz respeito às peças me habituei a comprá-las directamente a Uk (à marca, com raras excepções) principalmente pela rapidez na entrega e no início, pelo preço, que era claramente inflaccionado cá em Portugal. Creio que essa situação terá melhorado.

    Não posso, por isso, dar qualquer feedback pessoal quanto à experiência com o concessionário no que respeita a manutenção. Deixo isso para os seus clientes aqui do fórum.

    No entanto, posso comentar a minha experiência com o concessionário enquanto presidente do Clube Scuderia Rampante, único Clube de proprietários Ferrari existente em Portugal. Essa experiência foi e é, à falta de melhor expressão, difícil. Apesar das nossas inúmeras tentativas ao longo dos anos, nunca foi possível uma aproximação, começando em 2010 nas tentativas formais de constituição de um clube oficial (sempre recusadas) e terminando recentemente na total e completa ausência de resposta a tentativas de contacto junto de um dos responsáveis.

    Nunca consegui entender a razão para tal distanciamento. Desde sempre entendi, e continuo a entender, que a existência de boas relações entre as duas instituições só poderia ser benéfico para ambas as partes. Afinal, muitos dos nossos sócios e participantes nos encontros são clientes da marca e todos os outros são potenciais clientes!

    Tenho esperança que um dia essa postura possa mudar. Sou por natureza optimista e acredito no bom senso!
     
    RACP and Makuono like this.
  7. To remove this ad click here.

  8. DOliveira355

    DOliveira355 Karting

    May 5, 2015
    61
    Boa noite,
    Absolutamente lamentável o que aqui foi relatado, em especial pelo proprietário de California que esteve meses na marca!
    Inadmissível que carros e clientes que dessenbolsam sempre para cima de 100.000 E por um carro sejam tratados desta forma!
    Uma vergonha para a marca e para a casa mãe!
    Pessoalmente fui uma vez à Ferrari no Porto para fazer uma breve inspecção a um Modena que estive para comprar e gostei especialmente da paixão do mecânico com quem falei, mas não tenho opinião formada!
    Infelizmente o cliente Ferrari não está a ser tratado como um Ferrari merece!
    Faz-me lembrar o Entreposto Lisboa e seu concessionário Porsche que sempre que lá fui com o meu 993 era tratado com altivez e sobranceria; opinião partilhada por inúmeros amigos meus proprietários de Porsche!
    Resultado: desde que abriu o centro Porsche Estoril nunca mais lá pús os pés e o carro e não volto a por nem que me ofereçam a revisão!
    Para se lidar com pessoas (clientes) nomeadamente numa marca de topo é preciso ter formação em atendimento e relações comportamentos, quando não cai-se no risco de tal como hoje acontece previligiar os endinheirados sabe Deus com dinheiro ganho como, em detrimento dos verdadeiros apaixonados da Marca, na maio parte das vezes proprietários de usados!
     
    luigisayshello likes this.
  9. bg2

    bg2 Formula Junior

    Dec 3, 2006
    773
    Só para confirmar, a Ferrari Portugal já nada tem a ver com a Santogal.

    Foi vendida entretanto.

    Com a fábrica a incluir a manutenção nos seus carros novos, é expectável que o número de carros nas oficinas aumente.

    Espero também que a própria fábrica acabe de vez com os problemas de stock de peças. já era uma ajuda grande.
     
    jorge da cruz likes this.
  10. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Lifetime Rossa

    Mar 18, 2014
    3,777
    Europe, but not by much.
    Full Name:
    Nuno
    Muito obrigado pelo feedback de todos. Para ser franco, tive algumas surpresas em face do que foi aqui relatado, que desconhecia em absoluto.

    Ainda hoje recebi relato em primeira mão de um orçamento de cinco dígitos para uma mudança completa de distribuição num Ferrari de finais da década de 80.

    Acredito todavia que estes valores elevados digam respeito, na sua maioria, a viaturas da década de 90 (inclusive) e anteriores. As viaturas dessa era requerem muito mais manutenção (em tempo e complexidade), mais manutenção altamente especializada do ponto de vista mecânico (como costumo referir informalmente: artesãos!) e um tipo de diagnóstico muito diferente do actual, em que através de computador e software, se consegue aceder a toda uma míriade de opções que até há bem pouco tempo, parecia algo só capaz de emanar de um filme de ficção científica, o que veio facilitar, agilizar e simplificar muitos procedimentos, diagnósticos e afinações.

    No que concerne viaturas da era actual (2008 e California em diante - intervalos de manutenção sobremaneira diferentes das viaturas da década de 90), nenhum proprietário e entusiasta me relatou "histórias de horror" do calibre das anteriormente citadas.

    Possuo todas as facturas de manutenção do meu 458 desde novo, quer tenham ocorrido devido a kilometragem ou a tempo, e tenho portanto conhecimento dos valores unitários praticados a nível de peças, mão-de-obra (valor e tempo) e impostos. Não antevejo uma razão específica gritante para que se justifiquem diferenças incontornáveis de monta entre a Alemanha e Portugal neste capítulo Ferrari, nem mesmo entre Estados Unidos e Portugal, já que pelos preços que alguns colegas nossos norte-americanos pagam pela manutenção programada no concessionário oficial, depois de convertidos para Euro, alinham pelo mesmo diapasão alemão. A menos que exista aqui um Delta que desconheço, antecipo os mesmos valores em Lisboa.

    Um abraço.
     
  11. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Lifetime Rossa

    Mar 18, 2014
    3,777
    Europe, but not by much.
    Full Name:
    Nuno
    Falando desta feita com conhecimento de causa, tenho a referir que a minha experiência enquanto cliente do concessionário oficial em Lisboa dificilmente poderia ter sido mais positiva.

    Foram excedidas todas as minhas expectativas pessoais e profissionais, bem como padrões de exigência. Não só pela grande experiência, conhecimento, cordialidade e profissionalismo de todo o staff com quem tive o privilégio de privar, desde os responsáveis pela área mecânica até à administração, mas igualmente pela atenção e amabilidade pessoais de que sempre fui alvo, indo acima e além não só do que seria expectável mas também, arrisco vaticinar, além inclusive do exigido pelos guidelines de Itália.

    Reforçou o meu gosto em ser proprietário Ferrari. Reforçou o meu descanso em usar o 458, sabendo que, a qualquer momento, tenho assistência familiar, competente e franca a poucos passos.

    Este contacto directo com a marca, apenas o primeiro de muitos, foi-me ainda importante no sentido de me permitir formular a minha própria opinião sobre o concessionário oficial e desmistificar assim alguns "mitos urbanos" e outras lendas que tais que, amiúde, se propagam sobre o representante oficial entre alguns proprietários (que, na sua maioria, não recorrem à assistência oficial).

    Um abraço.
     
    F430Modena likes this.
  12. To remove this ad click here.

Share This Page